domingo, 5 de setembro de 2010

Estudantes da UFRB paralisaram as atividades em Cachoeira por um dia

#EDUCAÇÃO

  Os estudantes discutiram outros pontos de pauta como xerox gratuita,
conclusão das obras da residência e restaurante universitário. Foto: Marília Marques

As atividades no Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) foram paralisadas no dia 02 de setembro (quinta-feira), em virtude de uma manifestação realizada pelo Núcleo de Negras e Negros Estudantes, Coletivo Ademir Fonseca e Coletivo de Mobilização - grupos de estudantes.

O principal ponto de pauta discutido foi a questão da falta de acessibilidade nos espaços da universidade – reivindicação não cumprida em outras assembleias com a reitoria.

Carteiras foram colocadas nas escadarias e portas das salas e os estudantes exigiam a presença do reitor na plenária. Luis Flávo Gondim, representante da reitoria, garantiu a presença do vice-reitor para uma assembleia com os estudantes no dia posterior, no auditório Leite Alves.

Os temas de pauta foram discutidos pela reitoria e núcleos administrativos e alguns prazos foram estabelecidos mediante assinatura.

Poemas, desenhos e frases enfeitaram a parede
 branca do Centro. Foto: Laiana Matos

Mais mobilização


Na mesma semana, uma parede do centro foi pintada por alguns estudantes que reivindicaram um espaço de convivência dentro da universidade, que foi expresso através da arte e da interação entre os estudantes.
A decisão foi iniciativa do Coletivo de Mobilização e abraçada por alguns estudantes do centro.
Funcionários, professores e estudantes expuseram opiniões contra e a favor da mobilização.

Um comentário:

valdelice santos disse...

Parabéns pela matéria, Lory. Eu tb comentei no meu blog essa manifestação no CAHL.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails